diariamente

And a happy new year! ♫

5:20:00 da tarde

Que nesse ano que se prepara para nascer cheio de sonhos, desejos, esperança e expectativas, tenhamos a disciplina de não cometer os mesmos erros; a coragem para enfrentar o desconhecido; a responsabilidade para encarar as consequências das nossas escolhas e a força para encarar de cabeça erguida todos os problemas. 
Desejo que Deus ilumine a todos nós, preenchendo cada dia desse novo ano com muita paz, saúde e amor.


Feliz 2011, pessoas!
Até ano que vem -q 
Beijinhoooos!

pensamentos soltos

"O ser humano não tem um coração como o meu...

11:44:00 da manhã

O coração humano é uma linha, ao passo que o meu é um círculo, e tenho a capacidade interminável de estar no lugar certo na hora certa. A conseqüencia disso é que estou sempre achando seres humanos no que eles têm de melhor e de pior. Vejo sua feirúra e sua beleza, e me pergunto como uma mesma coisa pode ser as duas. Mas eles tem uma coisa que eu invejo. Que mais não seja, os humanos têm o bom senso de morrer."


A Menina Que Roubava Livros - Markus Suzak

devaneios

Vontades e Desejos

4:56:00 da manhã


Às vezes eu quero bater, morder, rasgar, chutar, socar e roer. Encarar o espelho com os olhos ardendo com a súbita vontade de estrangular o pescoço no reflexo. Nada presta. Dá vontade de arrancar os cabelos, arranhar o rosto e desfigurar a imagem na tentativa de desentendiar a face que parece nunca mudar.
Às vezes eu quero chorar, berrar, soluçar e gritar. Me esconder em algum canto escuro onde vou me misturar ao silêncio e esquecer do tempo. Parece cena de filme ou fotografias góticas; um vestido cheio de rendas em tecido leve, cabelos longos e escuros derramados em algum gramado ou lago raso cujas as mínimas ondas levam as lágrimas que escorrem pelos lábios vermelhos.
Às vezes eu quero pular, correr, abraçar, fotografar, dançar e cantar. Me perder na alegria de algo esperado, sorrir bobamente com a surpresa de algo doce e gargalhar das mais idiotas piadas; me sentir criança.
Às vezes eu quero comer, lamber, chupar e beber. Acabar com um pote grande de sorvete dentro de uma piscina gelada; esticar as pernas no sofá apenas na companhia de uma garrafa d'água e uma panela de brigadeiro sem me sentir culpada pelos números a mais que verei na balança depois.
Às vezes eu quero beijar, seduzir, arranhar, apertar, morder, sugar e amar. Me perder nas imensidões de algo inexplicável, me alimentar dos sussurros, arrepiar com o calor e me encontrar no olhar sincero.
Às vezes eu quero sorrir, me acalmar, respirar, deixar o tempo passar. Ser cuidada como um bebê que mal sabe andar sozinho, como um filhotinho de gato que precisa de aconchego e mimo.
Eu sempre quero muita coisa...
Mas às vezes eu só preciso deitar, calar, sentir e fechar os olhos.

devaneios

Tornei-me seu reflexo...

11:08:00 da manhã



Todo lo mío me lleva a tu nombre, todo lo que me rodea me recuerda a ti. Eres tan parte de mí, que a veces me he sentido más tuya que mía. Cómo hacer para recuperarme si no puedo arrancarte de mí. Te llevo tan dentro que sería absurdo sacarte. Habría dado todo porque nuestro amor no huberia sido pasajero, pero el destino es cruel y bastó con amarte. Dónde estarás ahora que te extraño más que nunca, ahora que mi sonrisa está suspendida en tu despedida. No sé si volverás o si nunca te has ido, sólo sé que en ti me pierdo y en ti me encuentro, que por ti muero y vivo de nuevo.

Créditos: Me convertí en tu reflejo. 

pensamentos soltos

"O que obviamente...

7:04:00 da manhã

...não presta sempre me interessou muito. Gosto de um modo carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno vôo e cai sem graça no chão."

 Clarice Lispector

contos

"Decididamente,

5:30:00 da manhã

eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo."
 

Markus Suzak - A Menina Que Roubava Livros

pensamentos soltos

Old versus New

4:47:00 da manhã

No meio de tantos fios, bytes e placas, a conexão mais importante muitas vezes fica esquecida. O manuscrito das cartas, o modo diferente da grafia de cada um, o cheirinho de perfume no papel que ficou lindamente amarelado com o tempo. As fotografias nos álbuns, as assinaturas dos livros hoje são digitados nos scrapbooks, em sei lá quantas redes sociais. Tão fofos que fazemos print para guardar de recordação. Porém, em um ataque de fúria, ciúme ou pelo simples tédio, tudo é jogado pro ar: perfis no orkut, twitter, facebook e até mesmo os blogs são massacrados. Não tem importância, está tudo gravado no seu HD, não é mesmo? Mas aquela música que você passou horas procurando pra baixar e só achou em um site desconhecido, traz no colo um bichinho fofo e esperto, pronto para desligar o seu computador em questão de segundos. É quando o desespero bate. Fotos, vídeos, músicas, prints... Perdidos em alguma dimensão do cyber espaço...

informação e opinião

Fallen

4:16:00 da manhã

Com uma capa simplesmente linda, o livro conta a história de Luce, uma menina que vai parar em um reformatório após ser acusada de ser a culpada pela morte do menino que gostava, Trevor. 
Tendo que se adaptar a uma vida completamente diferente da que estava acostumada, ela conhece Daniel, um garoto lindo, de cabelos loiros e um "ar angelical", que mal lhe dá atenção, fazendo sempre questão de deixar claro que não gosta dela. Porém em alguns momentos ele age completamente diferente, deixando Luce confusa e dividida entre Daniel e Cam; garoto que, ao contrário de Daniel, é sempre atencioso e um perfeito cavalheiro. 
Literalmente perseguida por sombras, Luce descobre que é a peça chave de uma guerra que dura séculos, onde seu amor por Daniel é proibido e perigoso.
Confesso que é difícil resumir esse livro, pois o mesmo acaba sem sabermos bem o que acontece na história. O que dá pra descobrir eu não vou contar aqui, senão perde a graça! - rs
É um livro bom que deixa a desejar em alguns pontos, mas que ainda assim, vale a pena conferir.

risadas e gargalhadas

Tea Time!

1:04:00 da tarde

Tradução: "Espero que a Hayley não tenha feito seu chá "especial"."
"Olá, meninos! Hora do chá!"
"Oh, não!!!"

diariamente

Autora da Série Fallen visita Brasil em Setembro.

5:26:00 da manhã

Noite conturbada, porém madrugada bem dormida. Acordei com aquela preguiça fiel de toda manhã, liguei o computador e achei que ainda estivesse sonhando quando li no Série Fallen BR algo que me fez acordar de vez! A autora da série, Lauren Kate, postou em seu twitter a seguinte notícia:

Tradução: "Muito animada com a visita de retorno ao Brasil para promover Fallen em Setembro!
Para quem acha estranho esse ataque ou nunca ouviu falar na Série Fallen, eu farei um post sobre ela assim que tiver tempo.
Quem já conhece e ama a série, sabe exatamente porquê fiquei tão feliz com a notícia! *-*

Também para os fãs de Fallen, o link que coloquei acima é de um blog novo porém organizado e muito fofo. O pessoal tenta atualizar sempre e postam também curiosidades sobre coisas ligadas à série, como um post contando quem é a modelo da capa dos livros. (Eu sempre quis saber isso! -rs) Eu recomendo! ^^/
E agora é só esperar pela visita da Lauren e torcer que a Becca Fitzpatrick faça o mesmo para divulgar o Crescendo aqui no Brasil! *-*

contos

Conto dos Três Irmãos - Vídeos

12:42:00 da tarde

Primeiro vídeo: Conto dos Três Irmãos, contado por Hermione no filme Harry Potter e As Relíquias da Morte - Parte 1
Segundo vídeo: Áudio em português do primeiro vídeo.

Foi uma das partes do filme que mais gostei e que ficou muito bem produzido! *-*

contos

O Conto dos Três Irmãos

8:16:00 da manhã

Era uma vez três irmãos que caminhavam por uma estrada solitária e sinuosa ao crepúsculo, a certa altura, os irmãos chegaram a um rio demasiado fundo para passar a pé e demasiado perigoso para atravessar a nado. Contudo, esses irmãos eram exímios em artes magicas, por isso limitaram-se a agitar as varinhas e fizeram aparecer uma ponte sobre as aguas traiçoeiras. Iam a meio desta quando encontraram o caminho bloqueado por uma figura encapuzada. E a Morte falou-lhes. Estava zangada por ter sido defraudada em três novas vítimas, pois normalmente os viajantes afogavam-se no rio. Mas a Morte era astuta. Fingiu felicitar os três irmãos pela sua magia e disse que cada um deles havia ganho um prémio por ter sido suficientemente esperto para a evitar. E assim, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu uma varinha mais poderosa que todas as que existissem: uma varinha que vencera a Morte! Portanto a Morte foi até um velho sabugueiro na margem do rio, moldou uma varinha de um ramo tombado e deu-a ao irmão mais velho. Depois, o segundo irmão, que era um homem arrogante, decidiu que queria humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de trazer outros de volta da Morte. Então a Morte pegou numa pedra da margem do rio e deu-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra teria o poder de fazer regressar os mortos. E depois a Morte perguntou ao terceiro irmão, o mais jovem, do que gostaria ele. O irmão mais novo era o mais humilde e também o mais sensato dos irmãos, e não confiava na Morte. Por isso, pediu qualquer coisa que lhe permitisse sair daquele local sem ser seguido pela Morte. E esta, muito contrariada, entregou-lhe o seu próprio Manto de Invisibilidade. Depois a Morte afastou-se e permitiu que os três irmãos prosseguissem o seu caminho, e eles assim fizeram, falando com espanto a aventura que tinham vivido, e admirando os presentes da Morte.

A seu tempo, os irmãos separaram-se, seguindo cada um o seu destino.O primeiro irmão continuou a viajar durante uma semana ou mais e, ao chegar a uma vila distante, foi procurar um outro feiticeiro com quem tinha desavenças. Naturalmente, com a Varinha do Sabugueiro como arma, não podia deixar de vencer o duelo que se seguiu. Abandonando o inimigo morto estendido no chão, o irmão mais velho dirigiu-se a uma estalagem onde se gabou, alto e bom som, da poderosa varinha que arrancara à própria Morte, e que o tornava invencível.Nessa mesma noite, outro feiticeiro aproximou-se silenciosamente do irmão mais velho, que se achava estendido na sua cama, encharcando em vinho. O ladrão roubou a varinha e, à cautela, cortou o pescoço ao irmão mais velho.Assim a Morte levou consigo o irmão mais velho. Entretanto, o segundo irmão viajara para sua casa, onde vivia sozinho. Aí, pegou na pedra que tinha o poder de fazer regressar os mortos, e fê-la girar três vezes na mão. Para seu espanto e satisfação, a figura da rapariga que em tempos esperava desposar, antes da sua morte prematura, apareceu imediatamente diante dele.No entanto, ela estava triste e fria, separada dele como que por um véu. Embora tivesse voltado ao mundo mortal, não pertencia verdadeiramente ali, e sofria. Por fim o segundo irmão louco de saudades não mitigadas, suicidou-se para se juntar verdadeiramente com ela. E assim a Morte levou consigo o segundo irmão. Mas embora procurasse durante muitos anos o terceiro irmão, a Morte nunca conseguiu encontra-lo. Só ao atingir uma idade provecta é que o irmão mais novo tirou finalmente o manto de invisibilidade e deu ao seu filho. E então acolheu a Morte como uma velha amiga, e foi com ela satisfeito e, como iguais, abandonaram esta vida.

pensamentos soltos

I want to...

5:51:00 da tarde

Quero o cheiro no pescoço, o sorriso infantil, o colo macio e o olhar derretido. Quero o beijo na testa, o afago no rosto e o beijo tranquilo. Quero o andar de mãos dadas, a flor arrancada e a marca na árvore. Quero rolar na grama, sujar de sorvete e a limpeza molhada. Quero tirar muitas fotos, fazer bico para o que não gosto enquanto sinto suas mãos me envolverem. Quero dormir na viagem, sentir seu cheiro invadir as lembranças que viraram sonhos. Quero chegar cansada, sentir a água morna na pele e suas mãos a me tocarem. Quero deitar do seu lado, me esconder no seu pescoço e antes de desmaiar feliz de sono, ver o esboço do seu sorriso ao ouvir meu sussurro: Te amo.

pensamentos soltos

O tempo não para ♫

5:31:00 da tarde


É engraçado a maneira como reclamo, dou aquele suspiro cansado e cheio de preguiça no primeiro dia de aula. Colocar Janeiro em algum cabeçário provoca resmungos e sorrisos tortos do estilo típico de todo ano: "Ainda falta tanto para acabar!".
Falta mesmo?!
Os dias parecem que estão voando! Lembro-me perfeitamente do meu desespero e fúria ao receber a notícia de que minha turma do Segundo Ano foi separada; lembro de como foi terrível me adaptar aos novos colegas, ao novo grupo de trabalhos; conviver com pessoas que eu não estava habituada...! E hoje vivo a emoção de estar no último ano do colégio. Ganhei amizades que antes julgava impossíveis de acontecerem. E tudo passou tão rápido! Tudo aconteceu tão naturalmente que hoje surpreendo-me ao olhar a data no monitor do computador e perceber que daqui à uma semana estarei novamente suspirando cansada e cheia de preguiça, anciosa à espera do Quarto Ano Normal, nervosa com minhas responsabilidades e feliz por ter completado mais um ano de vida, por ter ganho mais um ano de experiência e adicionar mais peças no mural da minha vida.
Arrependimentos?
Nenhum. Tudo o que fiz foi porque achei que deveria ser feito. Não sou vidente, como poderia saber que não sairia do jeito que eu esperava? Só temos a oportunidade de viver uma vez, e a vida está passando cada vez mais rápido! Por quê desperdiçá-la? Prefiro tentar consertar a besteira depois do que sofrer com a dúvida ao deitar minha cabeça no travisseiro.
As horas correm, os dias voam e os meses saltam até os anos. Não dá para não aproveitar. Não há como não sorrir ao sentir o sangue pulsando quente nas veias.
Passa muito rápido, não desperdice.

"Cada momento dura o tempo necessário para se tornar inesquecível. Faça-o eterno."

pensamentos soltos

And so this is Christmas...♫

8:22:00 da manhã

Que o Bom Velhinho traga a força e a magia necessária para transformar em realidade todos os nossos desejos! E que o espírito natalino seja eternizado em nossos corações para nele permanecer durante todo o ano e ser revigorado no próximo Natal.


Merry Christmas!

informação e opinião

Harry Potter and The Deathly Hallows - Part 1

1:42:00 da tarde

Ontem, finalmente, fui assistir ao primeiro filme sobre o sétimo e último livro da Série Harry Potter. 

Cenas do filme.

Superando minhas expectativas, o filme foi maravilhoso! Os detalhes mais importantes não foram cortados e nada no enredo foi mudado drasticamente. A maioria das cenas foi fiel ao livro e a produção gráfica estava simplesmente divina.
Os atores também se superaram. Daniel Radcliffe fez o melhor Harry de todos os filmes, mostrando maturidade e crescimento profissional. 
Belatriz Lestrange estava impecável! *-*
Toda a parte visual estava linda, principalmente a aparência dos personagens, que nos filmes anteriores sofreram terríveis alterações. (Quem é que não entrou em pânico com o visual do Neville e do Harry no quinto e sexto filme?)
Cenas do filme.
As cenas tinham um ar pesado e dramático como pedia o livro. Tão fiel ao ponto de me fazer desmanchar em lágrimas em alguns momentos. -he'
Posso afirmar que David Yates reconquistou minha confiança e que quem não viu Harry Potter e As Relíquias da Morte - Parte 1, não sabe o que está perdendo!

devaneios

Coisa de criança?

12:40:00 da tarde


Não entendo porque pessoas que se dizem "mais velhas" criticam tanto o amor que tenho por minhas músicas, meus livros, minhas fotografias...!
É tão absurdo assim ter um carinho todo especial por coisas que complementam os momentos da minha vida?
Fale sério, não é muito mais gostoso quando lembramos de alguém por causa de uma música? Ou então quando uma música nos faz lembrar uma pessoa especial?
Não é maravilhoso ler um livro e se identificar com a mocinha, ou desejar ser a vilã?
Abrir aquele sorriso malicioso com o desejo de fazer tudo o que está escrito nas páginas que seus olhos percorrem e sonhar além das letras, imaginar um novo meio, um novo caminho...?
Então por quê me olham como se eu tivesse 3 olhos toda vez que tenho um surto por causa de um livro ou de uma banda? E o pior: depois do olhar "você é um bicho estranho", sempre surgem frases metafóricas que fazem você se sentir uma menininha de 10 anos que ainda tem medo do bicho-papão.
Para, né!
Se para ser considerada adulta precisarei deixar pra trás as coisas que gosto; as histórias que instigam minha imaginação, as músicas que marcam meus momentos, as fotos que expressam meus sentimentos, que avivam minhas memórias e todos os vícios fictícios que dão um pouco de graça à minha vida...eu sinto muito, mas serei uma eterna menina.
Não quero me enfiar no mundo real e ter apenas os olhos sérios para enxergar o mundo que me cerca. A vida não seria tão dura se não pudesse oferecer coisas maravilhosas.
Não há explicação para a dança, não há explicação para música, não há explicação para a literatura, nem para a moda. São sentimentos livres que se expressam de uma forma mais sólida.
Se eu me prender às regras "adultas", perderei minha essência e minha liberdade. A liberdade da minha alma. A liberdade de não precisar explicar nada, apenas sentir e berrar muiiito com cada novo fato, com cada nova música...
As mais perfeitas sensações da vida não podem ser explicadas.
Um Pequeno Príncipe me ensinou a jamais me acostumar com as regras impostas pelas pessoas "mais velhas", a jamais perder a menina que mora dentro de mim.
E eu continuarei viajando com as minhas histórias, pulando com as minhas músicas e chorando com os meus livros.
Mesmo se as pessoas enxergarem na minha cobra comendo um elefante, um simples chapéu.

"O essencial é invisível aos olhos."

diariamente

Impossível de acreditar!

3:45:00 da tarde

Passei a tarde inteira tentando entender o que estava acontecendo no twitter. Desde que conectei, li vários tweets confusos sobre uma suposta saída dos irmãos Farro da Paramore. Claro que não acreditei. Passei muitas vezes por isso com diversas bandas que gosto muito, e como esse mundo é cheio de gente fofoqueira que adora assustar as pessoas, segui meu dia em paz.
Por coincidência, não escutei uma música sequer do Paramore hoje. Pulei todas que estavam no meu playlist.
Ai, meu Deus...seria isso um sinal?!
Minha Home do Twitter começou a ficar cada vez mais lotada de posts desesperados pedindo Josh (guitarrista e vocal) e Zac (baterista) de volta à banda. 

Entrei em pânico!
Não podia estar acontecendo de novo! Já basta com o Panic! Não dá pra ter duas bandas preferidas desfalcadas em intervalos tão curtos assim!!!
Após alguns minutinhos pesquisando na internet, tive a confirmação...
Josh e Zac Farro deixaram o Paramore. 

Não, meu mundo não caiu como aconteceu com o Panic!.
Sim, eu amo o Paramore, mas o que eu sentia pela banda liderada por Brendon Urie era surreal. Conheci no berço, tinha um carinho enooorme pelos integrantes. Enfim...
A causa da separação ainda é desconhecida pra mim. Pelo o que andei lendo foi algo parecido com a saída de Jon e Ryan; incompatibilidade e vontade de andar com os próprios pés. Se eu estiver errada, corrijam-me sem ofensas. Afinal de contas, a questão é que perdi a banda que eu amava por causa de uma separação e estou pressentindo a perda de outra pelo mesmo motivo. 
Paramore, não continuará sendo Paramore, por mais que muitos fãs o digam. Uma das coisas que determinam as características de uma banda são seus integrantes. As pessoas são diferentes, não dá pra achar que vai entrar um fulaninho que também sabe tocar e vai ficar tudo bem. Me desculpem, mas não consigo pensar assim. As futuras músicas poderão ser muito boas, até ótimas, mas jamais terão o mesmo jeito que tinham quando eram tocadas pelos Farro. 
Minha intenção não é revoltar e nem magoar ainda mais os corações partidos dos milhares de fãs que estão desesperados com a notícia, mas minha experiência com essas coisas é péssima. Mesmo depois de tanto tempo, continuo ressentida pela separação do Panic! e a última coisa que precisava em matéria de "amor musical", era da segunda banda que mais adoro ganhar o mesmo rumo que a primeira.
Meu pedido é que seja diferente. Que eles voltem a tocar juntos, que a Paramore continue a mesma. 
A trilha sonora da minha vida é composta por muitas batidas e solos daqueles dois. Eu não quero perder isso.
Seja como for, o "meu" Paramore continuará intacto aqui dentro, embalando minhas lembranças e meus momentos.


contos

Diálogo

11:35:00 da manhã

- Por que você não me encara?
- Porque tenho medo do que vou ler em seus olhos.

pensamentos soltos

Oh, this is not the way that it should end...♫

9:33:00 da manhã

it's the way it should begin. It's the way it should begin again. 
No, I never wanna fall apart, never wanna break your heart, never wanna let you break my own. 
Yes, I now we said a lot of things that we probably didn't mean, but it's not too late to take them back. 
So before you say you gonna go I should probably let you know...






contos

Diálogo.

3:07:00 da tarde

- Preciso parar.
- Parar com o que?
- De sonhar com você.
- Mas porque?
- Porque não quero só sonhar, quero sentir, poder tocar, poder te beijar.

informação e opinião

Goodbye Lullaby & Vices And Virtues

2:03:00 da tarde


Acabei de ver a capa do novo cd da Avril Lavigne em um tweet do @PortalMTV. A capa lembra um pouco a época do "Under My Skin" (segundo cd da cantora), e algumas das fotos do encarte que foram liberadas deixam ainda mais claro a semelhança.
O single "Alice", que é tema do filme "Alice no País das Maravilhas", também possui uma pegada mais dramática, com agudos bem agudos no vocal e um piano mais grave, normalmente feitos pela própria Avril.
Todas as dicas me levam a crer que a melhor fase da cantora "rebelde" está de volta. E eu espero estar certa! -hehe

Pra quem quiser conferir as outras fotos do encarte é só clicar!

No mesmo site encontrei algo que acabou mexendo comigo. O Panic! at the Disco confirmou em seu MySpace o nome do próximo álbum e o nome temporário do novo single, que deve ser lançado no começo de 2011. O nome do álbum será "Vices And Virtues", e será o primeiro cd da banda após a saída de Ryan e Jon, que aconteceu no dia 6 de julho do ano passado.
Para quem não sabe, Ryan, além de guitarrista, fundou o Panic! junto com o atual baterista Spencer Smith. Jon (baixista), entrou na banda após a saída contubarda do baixista original Brent Wilson*.
Os quatro integrantes (Brendon Urie, Ryan Ross, Spencer Smith e Jon Walker), divulgaram a saída pela internet. Todos deixaram depoimentos no site oficial e no MySpace, alegando que a saída era amigável e de comum acordo. Alegaram ainda incompatibilidade de opinião e que isso estava atrapalhando no processo de composição, o que futuramente poderia acabar com a "magia" da banda.
Atualmente Jon e Ryan compõe a "The Young Veins", banda que foi divulgada pouco tempo depois da separação.
Show Maquinária Festival - SP
Mesmo delascerando muitos corações de fãs (principalmente o meu "/ ) e levantando suspeitas e dúvidas sobre o futuro da banda, Brendon e Spencer seguiram em frente e fizeram até o primeiro show aqui no Brasil, em novembro do ano passado, no Maquinária Festival - SP.
Eu confesso que não faço ideia dos nomes das criaturas que ficaram no lugar de Ryan e Jon. E confesso também que o "meu" Panic! at the Disco morreu no momento em que li a divulgação da separação. Porém, quero ver como será esse novo álbum. Espero que não seja no estilo de "New Perspective", porque se não eu terei que enterrar definitivamente o meu carinho pela banda que um dia tanto me fez feliz.

Para quem quiser ficar por dentro das novidades do Panic! at the Disco ou ler as notícias sobre o novo single na íntegra, só clicar! O P!ATDbr é o site oficial brasileiro da banda e é bem completo.

(*Se o nome do baixista antigo estiver errado, me desculpem. Fazia tempos que eu não falava sobre o Panic!)

pensamentos soltos

I've never felt this way before...♫

7:59:00 da manhã

everything that I do, reminds me of you. And the clothes you left, they lie on the floor, and they smell just like you. I love the things that you do!
When you walk away I count the steps that you take.
Do you see how much I need you right now?!
When you're gone the pieces of my heart are missing you. When you're gone the face I came to know is missing too. When you're gone the words I need to hear to always get me through the day, and make it ok...
I miss you!