Santa Carência, tende piedade de nós.

6:03:00 da tarde


O rosto dela transparecia tristeza e solidão. Algo em seu peito esmagava seu coração e o fazia sangrar. De olhos fechados, ela sentia o cheiro dele e procurava esquecer. Tentava resgatar as sensações dos últimos beijos, abraços e carinhos. Não queria abrir os olhos e encarar a realidade.
Seu coração já sangrava demais...
Decidiu permanecer assim: com os olhos fechados e a lembrança do perfume e da maciez dos seus lábios a lhe cantarem uma silenciosa cantiga de ninar.

You Might Also Like

0 pitacos