50 Shades Of Freedom

O brochante final de uma série "erótica".

9:28:00 da manhã


E depois de expectativas, grandes decepções, revelações não tão bombásticas, suspenses mal produzidos e excessivas cenas eróticas banhadas em grande pobreza de vocabulário ridiculamente divididas em capítulos e volumes... Acabei a série "Cinquenta Tons"!
O último volume: "Cinquenta Tons de Liberdade", não trouxe quase nada de libertador. Repetindo os mesmos erros dos volumes anteriores, E L James conseguiu destruir toda a pouca esperança de salvação que nasceu em mim quando li "Cinquenta Tons Mais Escuros", que sem dúvida foi o menos pior dos três livros.

Após se casarem, Anastasia e Christian Grey vivem uma lua-de-mel linda e começam a ser perseguidos. Com o mesmo suspense falho do acidente de helicóptero de Christian no segundo livro, descobre-se que Jack Hyde é o criminoso por trás da insegurança do casal e sua família. Depois que Hyde é detido o livro vira uma melação sem sentido. Mesmo sendo mais contida nas cenas de sexo explícito, senhora James entedia, chateia e esmaga corações de mulheres carentes. Problemas antigos do casal voltam pra ter um desfecho nada criativo, tornando o que deveria ser interessante e curioso em algo chato e cansativo. Enfiando o cotidiano do casal de maneira preguiçosamente mal colocada - e mal escrita - Christian Grey é o marido perfeito até saber que vai ser pai, e após um "clímax" escancaradamente baseado no estilo Stephenie Meyer de escrever, o ex-dominador resolve se abrir e dá uma de Edward Cullen ao "acordar pra vida" e passar a ser uma pessoa relativamente normal. O final você já pode imaginar... Uma família feliz e um Grey assumidamente personificado no homem dos sonhos de qualquer mulher!!!

Quando acabei o livro tive vontade de dizer e escrever muita coisa, mas por falta de conteúdo, pego um pouco a mania irritante de repetir as coisas da autora e volto a dizer que a série tinha muito pra merecer os elogios que recebe mundo afora, mas por falha total de E L continuo com a sensação de que o mundo literário foi privado de uma história realmente boa. Cheguei a me perguntar se a antiga empresária fez a obra dessa maneira propositalmente, já que abaixo da sua foto nos livros lemos que "desde pequena sonhava em escrever histórias que os leitores se apaixonassem". "50 Tons" é uma série que, ao contrário da maioria, foi feita para consumo e tremo só em pensar no quão longe isso chegará. 
De qualquer forma, "Fifty Shades" marcou minha estrada literária de forma não tão positiva, mas muito reflexiva. São livros de puro aprendizado que instigaram ainda mais minha visão crítica para best-sellers. E acho importante dizer que é um aprendizado COMPLETAMENTE LITERÁRIO! Levando em consideração que não achei a parte sexual tão educativa assim.

Um beijo de uma leitora decepcionada,
Tuane C.

decorações

Dica decorativa :: Moldura adesiva para fotos.

11:55:00 da manhã


Olá, amores! 
Resolvi (tentar) deixar de lado a depressão pós-Finale aqui no blog com um tipo de post que eu não faço há muito tempo. A dica de decoração hoje é rápida, mas muito útil! Principalmente se você anda buscando uma maneira de encher seu quarto com fotos e não sabe por onde começar.
No final do ano passado, fuxicando essas lojinhas de artigos para o lar, encontrei uma ideia meio óbvia, mas revolucionária no que diz respeito à quadros para fotos. Se trata de uma moldura adesiva super bonitinha e emborrachada que dispensa furos, pregos ou qualquer outro tipo de trabalho excessivo e não causa danos permanentes na sua querida parede. 


Como dá pra ver nas fotos, ela vem colada naquele plástico durinho (não sei o nome, gente #shame) e tudo que você precisa fazer é destacá-la e colocar a foto em uma medida um pouco menor que a da moldura pra que ela cole na parede. Como se não bastassem todas essas qualidades, a bendita pega em espelhos e até em madeira! Lembrando que a superfície a ser decorada precisa estar limpa! Ela pode ser colada e descolada várias vezes, mas claro que em um momento ela vai acabar perdendo a cola, né? Então não exagerem no troca-troca.
Mas a melhor notícia vem agora: o pacote com cinco molduras de tamanhos diferentes custa APENAS R$5,00! Você não leu errado! Apenas cinco reais pra uma pequena repaginada no seu quarto! Não é lindo?? Eu encontrei as molduras em uma das lojas Amigão, aqui no Rio e existem outras estampas além dessa coloridinha. 
Se você não mora na Cidade Maravilhosa pode procurar em lojas de artesanato, ou de utilidades domésticas, uma fitinha dupla-face própria pra parede e afins e fazer suas próprias molduras. Se tiver carinho e dedicação o resultado pode ser até melhor!

Espero que tenham gostado da dica de hoje! 
Um beijo!


Tuane C.

Assuntos Literários

Um Finale banhado em lágrimas.

4:32:00 da tarde


Acredito que não seja surpresa alguma, principalmente pra quem acompanha o blog, que uma das minhas maiores paixões literárias é a Saga Hush Hush (Sussurro) da linda Becca Fitzpatrick. O quarto e último livro da série, que inicialmente só teria 3 volumes, chega oficialmente às livrarias brasileiras hoje, mas fui muito abençoada  e encontrei um dos pouquíssimos exemplares que a Livraria da Travessa disponibilizou uma semana antes do lançamento oficial!!! Nem preciso dizer que vomitei arco-íris compulsivamente e corri pra casa pra devorá-lo o mais rápido possível, né? Mas último livro de saga amada é que nem deixar a parte mais gostosa da comida no prato com medo do momento em que ela não vai mais estar lá. E mesmo sabendo que me arrependeria amargamente de não me segurar, devorei o livro em menos de cinco dias e agora estou sofrendo aquela depressão típica.

Finale é um livro tão bom quanto seus antecessores. A escrita de Becca é perfeita, simples, direta e detalhada nos momentos certos. Confesso que fiquei meio decepcionada com o começo do livro por sentir falta de uma participação mais ativa do anjo caído mais desejado e adorado do mundo, mas a partir do meio da trama comecei a mudar de opinião e a sorrir bobamente com as poucas cenas bem típicas de Patch que marcaram tanto a série. 
Como aconteceu em Sussurro, Crescendo e Silêncio, você também vai começar a ler Finale achando uma coisa, chegar na metade do livro pensando outra, quase terminar tendo certeza de outra coisa e no final dizer: "Como eu não tinha pensado nisso antes?!" E se você é emotiva(o), prepare-se pra chorar horrores, pois minha querida Fitzpatrick carregou os últimos capítulos de fortíssimas emoções!! 

Sinopse da editora Intrínseca:

Nora e Patch pensavam que seus problemas tinham ficado para trás. Hank estava morto, e seu desejo de vingança não precisava ser levado adiante. Na ausência do Mão Negra, porém, Nora foi forçada a se tornar líder do exército nefilim, e era seu dever terminar o que o pai começara - o que, essencialmente, significava destruir a raça dos anjos caídos. Destruir Patch.
Nora nunca deixaria isso acontecer, então ela e Patch bolam um plano: os dois farão com que todo mundo acredite que não estão mais juntos, manipulando, dessa forma, seus respectivos grupos. Nora pretende convencer os nefilins de que a luta contra os anjos caídos é um erro, e Patch tentará descobrir tudo o que puder sobre o lado oposto. O objetivo deles é encerrar a guerra antes mesmo que ela venha a eclodir. Mas até mesmo os melhores planos podem dar errado.


Três acontecimentos pra você morrer de curiosidade e ler o livro:

  1. Um importantíssimo personagem morre.
  2.  A estranha cisma do detetive Basso por Nora é explicada.
  3.  Vee tem um segredo que vai fazer seu queixo cair.
"Juro, Nora Grey, neste dia, e de agora em diante, me doar a você. Eu sou seu. Meu amor, meu corpo, minha alma... eu os entrego a você e os dedico à sua proteção. (...) Se eu falhar, meu próprio sofrimento e pesar serão meu castigo eterno." - Patch 
Um beijo, amores!
Tuane C.






50 Shades Darker

Devolvi para estante :: Histórias Íntimas e Cinquenta Tons Mais Escuros.

3:35:00 da tarde


Olá, amores! Como foram de festas? 
Meu 2013 começou com a corda toda e em menos de duas semanas terminei "Histórias Íntimas" e li "Cinquenta Tons Mais Escuros"! (Iuupi!) 
Sobre o primeiro eu não tenho muito o que dizer. É apenas um livro que conta como a sexualidade se desenvolveu através dos anos aqui no Brasil. Não entrou nos meus favoritos, mas é curioso e até meio divertido.
Já sobre "Cinquenta Tons Mais Escuros"... Anastasia procura respostas, as encontra e Christian vira o melhor homem do mundo! (Sim. Não é exagero! Ele é a descrição quase perfeita do homem dos sonhos de qualquer mulher nesse livro!) Porém, mesmo descobrindo a causa dos problemas de Christian Grey a autora ainda não consegue transformar a história em algo realmente interessante. E eu repito que o problema não é da ideia principal e sim da maneira como a coisa toda é desenrolada. Só pra ter uma noção, do final do primeiro livro para esse passam-se apenas dias!!! O que torna o final de "Cinquenta Tons de Cinza" mais podre e o começo de "Mais Escuros" mais ridículo. A ligação entre os acontecimentos não traz suspense e sim curiosidade pela falta de informações. O livro tem os mesmo problemas de descrição, vocabulário e desenvolvimento do enredo e pra ser sincera, acho até a divisão dos capítulos e dos próprios volumes muito mal feita. Não me decepcionei tanto porque não estava esperando grandes coisas desse segundo volume e ainda estou procurando justificativa pra essa paixão avassaladora do mundo com esses livros. Espero encontrá-lá no final da série, mas tenho pressentimentos de que não obterei algo muito positivo. 

Um beijo pra você!
Tuane C.