Clichês não são clichês à toa.

7:13:00 da tarde


Já dizia minha mãe: "melhor sozinha do que mal acompanhada"...
Afinal de contas, se envolver para não se dar por inteiro não vale. Não vale dar uma chance por apenas não deixar passar, ou por respeito aos sentimentos que o outro - supostamente - tem. Não vale não sentir aquele friozinho gostoso na barriga e as mãos tremerem quando ele está por perto; muito menos vale não fechar os olhos na hora do beijo só pra ter a sensação de que os pés estão saindo do chão. E não fazer planos? Não querer mandar SMS de cinco em cinco minutos só pra dizer que está com saudades? Isso é que não vale mesmo!
Se é pra amar, que seja de verdade, que seja puro, com intensidade! Que tenha paixão, que tenha brigas bobas para que terminem em cócegas e falsos bicos de orgulho. Que se mande flores! Não importa se lindos e ornamentados buquês, ou raminhos campais roubados do muro da vizinha, mas que tenha flores! Que tenha beijos! Beijos furtados, beijos demorados, beijos engraçados, beijos na testa, no rosto, na boca, no pescoço, nos cabelos... Mas que tenha beijos sinceros! Que tenha carinho e respeito, amizade e cumplicidade e que se consiga contar até dez, fechar os olhos e entender o outro. Que tenha desejo! Desejo de estar no outro, com o outro e para o outro. Que se queira juntar os trapinhos, compartilhar as fotos, os livros, os filmes, o travesseiro... Que ele goste de te ver com uma roupa dele não só porque ficou extremamente sexy com ela, mas também porque é dele e quando ele vestir vai sentir seu cheiro em cada ponto do tecido. Que se tenha disposição pra encarar os dias nublados, as TPMs, as cólicas menstruais e os dias estressantes sem que se desconte no outro. Não. Que se desconte no outro! Mas que o desconto venha em forma de abraços, panelas de brigadeiro, noites de conchinha e cheirinhos no pescoço.
E se não é para ser assim. Se não é para ter tudo isso, se é pra ficar só nas metades, nos medos e no egoísmo das próprias vontades e dos sonhos individuais... é melhor que nem se tenha. Se não é pra preparar surpresas e presentes únicos e especiais ao invés de apenas se comprar uma roupa, um perfume, ou o que seja, no Dia dos Namorados... é melhor deitar na cama com um bom livro e uma xícara de chá morninho como todo dia e esperar pelo dia em que, sendo 12 de junho ou não, haverão presentes e declarações. Afinal de contas, quando se namora de verdade, não há data certa. "Todo dia é Dia dos Namorados."
Acredite em mim. Os clichês não mentem.

You Might Also Like

2 pitacos

  1. Oie!
    Adorei o texto.
    E gostei dessa "Todo dia é dia dos namorados".

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. @✿Nessa✿
    Eu acho que datas comemorativas são apenas um marco, mas acredito que não devem ser levadas com tanta seriedade. A gente deve presentear quem gosta e dar carinho sempre, não é verdade? ;D

    Um beijo!

    ResponderEliminar