Nem tão melhor escrito do que 50 Tons de Cinza :: Profundamente Sua

8:05:00 da manhã


Decepcionante! É apenas essa a palavra que descreve as 250 páginas do segundo volume da Série Crossfire, escrita por Sylvia Day.

Depois que resolvem continuar o relacionamento, mesmo com todos os traumas e perigos, Eva Tramell e Gideon Cross passam por várias turbulências sem sentido e por um mela-calcinha desmedido. A cada dez páginas a autora faz questão de lembrar o leitor de que o casal se ama, mas que a resistência de Gideon em se abrir com Eva acabará com a relação dos dois. Os pensamentos de Eva são extremamente repetitivos e as ações do "moreno perigoso" cada vez mais difíceis de entender. O pior de tudo é que se passam quase cem páginas para que alguma coisa comece a acontecer de fato, e quando você acha que a história finalmente vai andar, aparecem mais cem páginas de pura enrolação banhada em carência, só pra mostrar que a bonitona precisa confiar mais no seu gostosão enquanto ele resiste em contar seus problemas passados e atuais para ela. 
De forma meio confusa, Sylvia Day narra a busca de Eva pelas verdades sobre o dono das empresas Cross, demonstra o amor e a obsessão dele pela mocinha e traz à tona o grande vilão do passado de Eva (Nathan) e também o seu relacionamento cheio de luxúria com o vocalista de uma banda de rock nada atraente - pelo menos aos meus olhos.

Eu nem tenho muito o que escrever sobre esse livro, apenas preciso enfatizar que foi extremamente decepcionante ver uma escrita boa se transformar em algo tedioso e cansativo. E já que desde o início eu faço uma comparação explícita com a obra de E.L. James, é necessário deixar claro que, por mais ingênuo(?) que seja, Cinquenta Tons de Cinza consegue te prender pela curiosidade e tem uma certa emoção, mesmo que seja incompreensível a existência da Deusa Interior e das idiotices cometidas por Anastasia.

Profundamente Sua poderia ser resumido em cinquenta páginas, assim como pode ser classificado com apenas 3 estrelinhas no Skoob, porque tirando toda a enrolação e a falta de inovação no cotidiano do casal (principalmente nas cenas de sexo), o pouco andamento da história fez sentido.

Um beijo de uma leitora que procura desesperadamente um livro arrebatador. 

You Might Also Like

0 pitacos